domingo, 24 de agosto de 2008

Coca zero detected


coca 

Tenho que parar de almoçar com a Silveira e isso é um fato. O problema é que os almoços com ela são divertidos e muito animados, sem contar que ela tem um bom gosto para escolher restaurantes e é excelente companhia.

Da última vez fomos no La Sagrada e desenvolvemos a teoria do "Coca zero detected", que mostra o grau de "comprometimento" de um ser humano com a coisa. No começo ela não levou muita fé de que funcionava, mas depois de minha convincente argumentação consegui convece-la de que é quase impossivel um ser humano que se preze ser pego pelo "Coca zero detected".

Nada de homofobias ou idiotices do gênero, mas a verdade é que o mundo está mudando e muito, mesmo assim, certas coisas permanecem as mesmas e tradições são tradições em qualquer parte do mundo. Estavamos lá, como todos os outros pobres mortais que tem bom gosto e aquele dia resolveram almoçar no La Sagrada, esperando pela nossa mesa e as pessoas, instaladas no bar, consumiam suas bebidas preferidas, para passar o tempo.

Entre goles de champagne, prosseco, cerveja e outros, a gerente indagou a três "sujeitos", o que eles gostariam de beber e depois de se entreolharem, como que se pedindo mutua aprovação, veio o pedido: "Três cocas zero!"

É batata, não chips, mas é batata, um ser humano de verdade não cai nessa. A argumentação de que poderiam ser esportistas ou amantes inverterados da boa forma, cai por agua abaixo, pois pessoas dessa categoria, não bebem refrigerante, seja ele light, diet ou afins. Definitivamente, Coca zero, não é bebida de seres humanos de verdade e nunca vai ser. Um ser humano de verdade, vai "detonar" uma Coca normal de 2,5 litros, mas jamais vai pedir uma Coca zero no bar.

Nada contra os que tomam Coca zero, apenas não se engane e nem caia no conto do vigário, pois com certeza, em pouco tempo, vai ter de dividir seus pertences com esse ser. Portanto, da próxima vez que sair, em especial a caça, se você for mulher é claro, ligue o seu "Coca zero detected" e boa sorte.

Não querendo arriscar e preferindo ir na boa, na verdade no bom, emails para mim.

Imagem do post: Google

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Fragmentos 3


joia3


Apenas olhe para mim.

Olhe de uma maneira mais provocante, mais instigante, mais sensual, fora do normal.

Olhe de frente, olhe diferente, me faça sentir, me faça gostar.

Me faça querer, desejar, me faça nunca deixar de te amar.

Imagem do post: Google

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Fragmentos 2


joia2

Doí demais, doí, doí, doí...

Porque doí?

Porque chorar? Porque sofrer?

Morrer seria covardia, viver ousadia.

Enfrentar a dor, resistir e sair ileso ao ataque do amor, as loucuras do coração.

Imagem do post: Google

sábado, 16 de agosto de 2008

Pise em mim V


pes1 

Para onde caminhas o meu amor? Qual o destino pretendes seguir? Quais pensamentos guiam os seus passos?

Reflete em mim a sua beleza e transforma a noite em dia, o dia em noite e a tua vida em minha. Morres por mim, mas não corras de mim. Caminha em direção a nós e nunca em direção ao nada.

Delicadamente sobrepõe-se a tudo o que sabemos e temos como sendo certo e expressivamente belo, mágico e ao mesmo tempo sombrio. Frio é o chão por onde passas e quente é a cama onde se deita. Eu não estou mais lá, fui mais cedo me encontrar com a vida e ela me esperava há tempos. Devia-lhe esta visita.

Com a calma que lhe é peculiar, me esperas e sabes que volto para seus braços, para seu colo, para o seu coração. Apenas fui ver a vida, contemplar o sol e cantar com a noite e seu coral de estrelas, fui me encontrar, para encontrar a nós.

Não fujo de ti, assim como não foges de mim. Não tenho você, assim como você não me tem, não temos a ninguém e ninguém nos tem.

Faz do teu medo a minha coragem para lutar e eu nunca vou te abandonar, apenas vou visitar a vida e com ela ter por alguns momentos, apenas vou sentir o ar e a brisa que nos cerca, Jogo-me aos teus pés e sou de fato aquele que te quer.

Encanta-me com seus encantos e eu lhe amo com o meu amor.

Imagem do post: Google

Pise em mim IV


pes 

De uma forma mais que especial você caminha em minha direção e eu retribuo a atenção que você me dá. Transformo-me em seu, sou seu e para sempre serei seu. Como o rio que corre sem parar, sem pressa de chegar, vou ao seu encontro e vejo você ali, minha, só minha, sempre minha.

Imãs de polaridade diferentes, mágicas de alcova e palavras de incentivo. Eu te tenho e por isso sou o que sou, pareço o que sou e faço o que me ordenas.

Mostre-me seus dotes e lhe mostro a vida, lhe dou minha sinceridade e lhe faço votos de boa ventura. A espera do que esta por vir e com a consciência de que ainda temos muito o que viver, aprender e compreender, a respeito de nós, deles e dos nossos medos e anseios.

Pise em mim, mas não me faça de capacho, me tenha como seu mas não me deixe em um canto do seu coração a espera de atenção. Pise em mim, mas não me tenhas como um bibêlo, mero enfeite. Pise em mim e se realize em meu prazer, no seu viver e no nosso amanhecer.

A junção de dois corpos pode ser mais do que apenas um simples balé de formas e nós sabemos disso.

"Experimentadas"


rosto 

Depois de um certo tempo, a idade certa chega e as mulheres se tornam mais desejaveis, menos problemáticas e muito mais dispostas ao risco. Antes disso, nos tempos dos meus pais, para não ir tão longe, tinhamos uma mulher preparada para o trabalho doméstico e que não era estimulada para a vida.

Nos dias atuais temos uma mulher que trabalha fora, se produz, se cuida e nem por isso deixa de exercer a sua porção doméstica. Todos os seres humanos precisam de um tempo para se conhecerem e descobrirem suas potencialidades, seus pontos fortes e fracos, seus porques e todos os seus caminhos. Secretos ou não.

As mulheres levam o tempo certo para isso e quando são descobertas, se tornam jóias de valor sem igual. Precisam ser apreciadas, adoradas, veneradas e tratadas como verdadeiras rainhas que o são. As mulheres de hoje não envelhecem, apenas amadurecem e se tornam "experimentadas" nas coisas da vida e do amor.

Sabem bem o valor de um beijo, de um abraço, de um colo e nem por isso deixam de ser fortes, ativas e diretas. Já não tem mais tempo a perder mas podem perder todo o tempo do mundo ao lado de quem amam.

Antes preferiam os homens mais jovens em busca de disposição e jovialidade. Hoje equilibram suas escolhas e querem apenas alguém que as acompanhe na vida. Não tem mais vergonha e não são sem vergonha. Falam com naturalidade e são naturais ao serem apenas quem são, exalando sensualidade e charme.

Ligam pouco para as marcas do tempo, mas trabalham duro para ameniza-las com as maravilhas da cosmética moderna. Vestem-se bem e apreciam quem também o faz. Mulheres "experimentadas" podem ser loiras, ruivas, morenas, negras, alegres, belas e porque não, meigas.

As mulheres "experimentadas" de hoje, são as maduras de ontem e as coroas de anteontem. Os termos mudam, as denominações se alteram, mas elas continuam as mesmas, a cada dia melhor e com mais conteúdo.

Alguns dizem que depois dos 30, outros falam em depois dos 40, muitos em depois dos 50 e por aí vai, nenhum deles está errado e nenhum deles está certo, todas são mulheres por igual, com todos os seus predicados.

A pele que diz e mostra o tempo, o olhar que amolece o coração mais duro e a atitude que cala a boca mais afoita. A certeza do sim e a clareza do não, o detalhe que revela, o perfume que inebria e entorpece, a voz que gela. Assim é a mulher "experimentada", aquela que todos querem ter, aquela que poucos podem ter, aquela que se dá valor e é valorizada por isso.

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Teoria e pratica


teoria e pratica

Na teoria o touro é mais forte que o homem, mas na prática, é o homem quem mata  touro. A teoria é muito bonita e serve para várias coisas, a principal é para enganar os incautos e fazê-los acreditar que tudo é possível, pois teoricamente, essas coisas acontecem.

Na prática, as coisas mudam de figura e o que se realizava com facilidade na teoria, se torna muito mais complicado e aí, os incautos se dão conta de que foram enganados na prática.

Os teóricos de plantão gostam de detalhes e precisam deles para convencer aos incautos de que a sua teoria é válida e principalmente, de que funciona na prática, o que eles não podem provar, porque nunca colocaram a sua teoria em prática.

Os práticos e aqueles que não teorizam, apenas praticam, sabem muito bem o que funciona e o que não funciona, porque eles testaram na prática.  É possível uma pessoa comer sem parar?

Pergunte a quem já fez ou pelo menos tentou. Não pergunte aqueles que acham que sim ou os que acham que não, simplesmente porque teoricamente isso pode ou não ser possível. Os teóricos nesse caso jamais seriam esclarecedores e você ia ficar com essa dúvida para sempre.

Os médicos são teóricos, os exames laboratoriais, são práticos. Na teoria dos médicos é impossível uma pessoa pegar uma doença X, mas como nem eles acreditam muito em suas próprias teorias, pedem os exames necessários, que na prática vão comprovar se uma pessoa pode ou não pegar a tal doença X.

Na teoria, o corpo humano pode realizar qualquer proeza, mas na prática nem todas as proezas são passiveis de realização. Uma das maiores glórias de um homem, é se gabar da quantidade de vezes em que faz sexo numa mesma noite e na teoria, é possível que um homem, faça uma número inimaginável de vezes. Na prática vários fatores influenciam esta "performance" e devem ser levados em consideração.

Homens são teóricos, mulheres são práticas. Até porque, os homens precisam se gabar daquilo que nunca fizeram e que nem sabem se dá certo ou não, apenas para que os amigos tenham inveja deles. As mulheres por sua vez, sabem na prática quantos pratos é possível se lavar em uma hora, quantas roupas é possível se passar em 25 minutos e quantas coisas inúteis elas conseguem comprar com um cartão de crédito sem limites.

A máxima do quem muito fala pouco faz, pode e deve ser aplicada, porque ela foi justamente criada para os teóricos. Os práticos até podem pecar pelo excesso, mas nunca podem ser acusados de não experimentar.

Na teoria, pratique mais e na prática, teorize menos.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Meu diário


diario 

Rio de Janeiro, 9 de maio de 1991

Pai nosso que estais no céu...

Hoje foi dia de missa, para mim, a missa foi um martírio, um sofrimento sem fim. Tenho que por um fim nesse tormento de uma vez por todas.

"Ela veio, estava linda de vestido azul, quase transparente, cabelos soltos e sandálias de couro..."

Quando à vejo meu coração bate mais forte, começo a suar, tremer e a respirar ofegantemente, quase não consigo rezar a missa. A essa altura as beatas mais atentas devem ter percebido a minha descompostura. O que fazer?

"Hoje ela olhou para mim a missa inteira, não tirou os olhos de mim. Pensei em tantas coisas, em Deus, no demônio e em tantas outras coisas inimagináveis que nem sei como essas coisas podem passar pela minha cabeça. Oh meu Deus!"

Não sei porque, mas só penso nela, naquele rostinho e naquela pele macia. Aquela pele... Quando toquei-a pela primeira vez gelei e nem pude acreditar, prometi nunca mais tocá-la, mas não consegui, o amor foi mais forte.

"Estou morrendo por dentro e esse amor me corroí pouco a pouco, lentamente, a cada dia que passa, eu a amo mais e mais. Não consigo mais viver sem seus lábios, seu cheiro e tudo o que ela representa em minha vida..."

Não sei até quando vou suportar esta dor. Até quando meu Deus!

Tento não pecar, mas com o tempo isso vai se tornando cada vez mais difícil e ela é linda como as gotas de orvalho do outono, como o sol do verão, as folhas da primavera e o frio acolhedor do inverno. Ela é brilhante como as estrelas e luminosa como o dia.

Oh Deus, não nos deixe cair em tentação e livrai-nos de todo o mal.. Amém!

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Junto


coleira 

Porque não ficamos para sempre juntos?

Não sei, mas tive uma idéia, vou te encoleirar, vou te levar para todos os lugares e quando eu não estiver por perto, você vai ficar lá, quietinha, presa a sua coleira, esperando o seu dono chegar.

Porque não ser assim? Porque as coisas tem de ser feitas do modo mais dificil?

Não tenho como responder a essas perguntas que eu mesmo fiz, mas tenho como comprar a coleira e aí, as coisas mudam de figura... Junto!

coleira1

Postagens mais antigas Página inicial